sexta-feira, 24 de março de 2017

A Morte de Júlio Verne

Hoje, dia 24 de Março de 2017, são completados 112 anos da morte de Júlio Verne.

O seu neto, Jean-Jules Verne, na biografia ao seu avô dá-nos conta dos seus últimos momentos como a conclusão de um sofrido calvário de doenças: a catarata, que lhe custou a vista do olho direito; o reumatismo avançado; as pernas doentes e a crise de diabetes,...

O meu avô morreu a 24 de março de 1905 (sexta-feira), às oito da manhã. Do sul da França, de onde nós ainda estávamos a arrumar a mudança de casa, o meu irmão mais velho e eu fomos chamados por telegrama para juntar-nos aos nossos parentes e ao nosso outro irmão, no norte, ao lado do leito de Verne em Amiens. Quando ele nos viu a todos ali, deu-nos um olhar profundo que claramente significava: “Bom, vocês estão todos aqui. Agora, eu posso morrer”; então, ele virou-se para a parede, esperando bravamente pela morte. A sua serenidade nos impressionou enormemente, e desejamos ter uma morte tão serena quanto a dele, quando chegar a nossa hora”.

 
© Centre International Jules Verne
Imagem cedida de JVerne.net.

Jules Gabriel Verne foi enterrado no Cemitério de La Madeleine, na cidade francesa de Amiens, com honras militares pois era possuidor da Legião de Honra da República de França. O cortejo, no dia 28 de Março, foi acompanhado por mais de cinco mil pessoas.

© Centre International Jules Verne
Imagem cedida de JVerne.net

© Centre International Jules Verne
Imagem cedida de JVerne.net.

O nome do monumento funerário onde repousa até hoje, revela a todos nós o seu maior segredo, e uma filosofia de Vida que deveríamos perseguir:

"Vers L'Immortalité et L'Eternelle Jeunesse" 
ou
"Rumo à Imortalidade e à Eterna Juventude".


No ano de 1905, a morte do grande escritor foi notícia em jornais e revistas semanais portugueses, entre elas, a OCCIDENTE "Revista Illustrada de Portugal e do Estrangeiro". Aqui a sua efeméride:

Edição de Abril de 1905 Nº947.

Texto por Carlos Patrício e fotografias do cortejo fúnebre cedidas pelo verniano Cristian Tello, do site JVerne.net.

domingo, 19 de março de 2017

'A Volta ao Mundo em 80 Minutos' no Casino Estoril (Lisboa)

Glosando o tema de Júlio Verne em que um apostador desafia os seus adversários afirmando que consegue dar a volta ao mundo em 80 dias, no nosso espectáculo a volta será dada em 80 minutos, percorrendo todos os pontos do globo, revisitando as melodias e canções que fazem parte da memória coletiva de cada país numa narrativa iminentemente popular e abrangente a todos os gostos, onde o revivalismo se alia com a contemporaneidade num show que engloba o teatro, o cinema, a música, o bailado, a acrobacia e que irá proporcionar 80 minutos inesquecíveis a cada espectador.

A Volta ao Mundo em 80 Minutos” terá um ritmo diabólico e moderno revisitando todos os géneros musicais, da canção romântica ao rock, do fado ao rap, percorrendo a identidade e as formas de cada nação: de Portugal a Espanha, de Espanha a Inglaterra, Áustria, Rússia, Estados Unidos, México, Argentina, Brasil, não esquecendo África, Ásia, India…

A Volta ao Mundo em 80 Minutos” é um musical perfeito e completo, uma antologia das grandes músicas, imagens, sensações e sentimentos que guardamos na nossa memória com os olhos postos no futuro neste conturbado mas admirável novo mundo em que vivemos.

Com João Baião à frente de um grande elenco “A Volta ao Mundo em 80 Minutos” é a nova grande aposta de Filipe La Féria para o Salão Preto e Prata do Casino Estoril, um espectáculo diferente, divertido, alegre e com muito humor, concebido para agradar a todas as franjas de público, não só o que nos é fiel como o da mais recente geração.

Fonte: Filipelaferia.pt

quarta-feira, 1 de março de 2017

O mapa da "Ilha Misteriosa" vai a leilão

Desenhado à mão pelo próprio Júlio Verne, anotado a caneta encarnada e preta, o mapa da "Ilha Misteriosa", sinónimo de aventuras para gerações de leitores, vai a leilão amanhã em Paris.



A "ilha Lincoln", último porto do Nautilus e santuário do capitão Nemo, é um dos lugares imaginários construídos pela literatura que fazem parte do memória coletiva.

Este mapa foi desenhado em 1874 para a que muitos consideram ser a obra mais bonita de Júlio Verne (1828-1905). É o ponto alto da venda de um lote consagrado ao grande romancista francês.
A "ilha Lincoln", com a forma de uma cabeça de elefante, é um desenho com 21 x 31 cm e tem os nomes dos locais escritos em inglês. O valor está estimado entre 100 mil e 150 mil euros.
lote que vai a leilão tem um total de 166 peças que pertenceram a Éric Weissenberg, que morreu em 2012, um dos maiores colecionadores de objetos de Júlio Verne.
Entre os objetos encontram-se fotografias, cartas pessoais, originais de romances, guaches, gravuras ou posters.
Uma das fotografias é do autor das "Vinte mil léguas submarinas" com 28 anos, considerada a única e com um valor entre 5 mil e 6 mil euros.
No espólio há ainda a primeira edição ilustrada de "Cinco semanas em balão", o primeiro grande romance de Júlio Verne para os jovens. É um único exemplar conhecido da edição de bolso de 1865, Este volume contém uma fotografia de Estelle Hénin, suposta amante do escritor, datada de 1873, assinada Nadar. O livro tem um valor entre 8 mil e 10 mil euros.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

No aniversário de Verne, um presente para os fãs

Hoje, oito de fevereiro de 2017, celebramos os 189 anos de Nascimento do Grande Mestre Verne.

Uma das maiores homenagens que podemos fazer a ele é iniciar agora mesmo a leitura - ou releitura -  de uma de suas dezenas de obras literárias, e mergulhar no Universo Verniano. 

Outra, pelo menos para os fãs brasileiros de Verne, é adquirir, nas bancas de jornais de todo o país, o exemplar da Coleção de canetas-tinteiro da Editora Planeta DeAgostini que traz o nome de Júlio Verne. 

A caneta, elaborada em metal e acrílico, tem corpo e tampa cromados e translúcidos nas extremidades, evocando o casco e as cabines envidraçadas do submarino Nautilus, a mais famosa nave criada pelo gênio francês, verdadeiro protagonista de seu romance mais célebre, Vinte Mil Léguas Submarinas

Um presente para os fãs no aniversário do Mestre.






Viva Júlio Verne !


domingo, 28 de agosto de 2016

'Once Upon a Time' terá Capitão Nemo, de Vinte Mil Léguas Submarinas

Cada nova temporada de Once Upon a Time traz consigo novos heróis e novos vilões, personagens conhecidos do grande universo da ficção, nomeadamente no que ao catálogo da Disney diz respeito.

Na próxima temporada da série, Faran Tahir (Dallas) dará vida ao Capitão Nemo, um personagem de Júlio Verne, da obra 20 000 Léguas Submarinas. Nemo é o zeloso capitão do submarino Nautilus e a sua história, como seria de esperar de uma aventura que tem o mar como paisagem, estará de certa forma interligada com a história do capitão Hook (Colin O’Donoghue).

O aparecimento deste personagem na história coincide ainda com a apresentação da Land of Untold Stories (entenda-se, terra das histórias por contar). A próxima temporada da série conta já com vários novos rostos, nomeadamente: Oded Fehr, Deniz Akdeniz, Karen David, Giles Matthey e Craig Horner.

domingo, 8 de maio de 2016

Zahar lança edições comentadas e ilustradas de J. Verne

Depois de 20 mil Léguas Submarinas, e a sua edição bolso de luxo, a editora brasileira Zahar lança mais duas obras vernianas: A Ilha Misteriosa e Viagem ao Centro da Terra.

Como a primeira obra lançada, estas edições vêm novamente com o texto integral, inúmeras notas e ilustrações, glossário de termos técnicos, cronologia de vida e obra de J. Verne e um revelador texto de apresentação do autor. Mais uma vez, trazem capa dura e acabamento de luxo.

-----------------------------------------------------------------------------------


Um clássico inesquecível, e uma obra especial para os amantes de 20 mil léguas submarinas e do Capitão Nemo

Cinco "náufragos do ar", arrastados em seu balão por um furacão, aterrissam numa ilha deserta do Pacífico Sul, em 24 de março de 1865. Contando somente com a roupa do corpo, porém enérgicos e determinados, o pequeno núcleo de colonos irá refazer toda a longa trajetória da civilização: da pré-história aos tempos modernos, do domínio do fogo à fabricação de nitroglicerina, dos primeiros artefatos à pilha elétrica, da cerâmica rudimentar à instalação de um elevador e de um telégrafo, sem deixar de passar pelo advento da agricultura e da pecuária. Mas logo perceberão, escondida na ilha, uma presença misteriosa, cujas intervenções eles constatam, sem no entanto descobrirem sua origem...

-----------------------------------------------------------------------------------


"Vamos descer, descer, sempre descer! Como sabe, para chegar ao centro do globo temos apenas mais seis mil quilômetros a atravessar!"

Em 1863 o renomado professor Otto Lidenbrock, geólogo e mineralogista, descobre uma mensagem cifrada descrevendo uma viagem ao centro da Terra. É o quanto basta para o impetuoso cientista se lançar na mesma aventura - levando consigo o sobrinho Axel, colega de profissão mas defensor de diferentes teorias científicas, e o impassível Hans, guia que se mostrará indispensável para a empreitada e seu espantoso desfecho! Rios de lava, mares subterrâneos, os primórdios da vida no planeta, fauna e flora pré-históricos, múmias de homens primitivos... Fruto da imaginação e do conhecimento de um dos pais da ficção científica, Viagem ao centro da Terra é uma das obras mais originais e ousadas de seu tempo.

Mais informações em Zahar.com.br.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Afinal a Disney avança com 'Captain Nemo'

Depois da FOX anunciar o seu 20.000 Léguas Submarinas, a Disney anuncia que James Mangold realizará Captain Nemo, prelúdio do livro escrito por Júlio Verne. A ideia é seguir uma proposta parecida com a do recente Peter Pan, mostrando como Nemo chegou ao seu famoso submarino. O roteiro está atualmente a cargo de Sebastian Gutierrez e ainda não há nomes cotados para o elenco.


A ideia é que Mangold trabalhe em Captain Nemo tão logo encerre as filmagens de Wolverine 3, cujo início está agendado para daqui a um mês. Curiosamente, terá como "rival" um velho conhecido do universo mutante, já que Bryan Singer pretende dirigir uma versão de 20.000 Léguas Submarinas para a Fox após lançar X-Men: Apocalipse, em 19 de maio. Ou seja, ao menos por enquanto há dois projetos parecidos caminhando paralelamente em estúdios distintos de Hollywood. Quem vencerá?

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

188 anos depois, Verne continua imortal

Hoje, 8 de Fevereiro, completam-se os 188 anos do nascimento do nosso 'mestre' J. Verne (1828-1905).

Verne, parece ter atingido o que representa a impressionante escultura na sua sepultura no "Cimetiére de la Madeleine" (Amiens), criada por Albert-Dominique Roze (1861-1952): “Rumo à Imortalidade e à Eterna Juventude”.


O imortalizado Verne que compartilha as suas obras com gerações e gerações de leitores há mais de 145 anos (desde o seu primeiro livro, "Cinco Semanas em Balão", publicado em 1863), continua a ser cada vez mais objeto de leitura e pesquisas hoje em dia, arriscando-se a ser, como muitos dos seus personagens, um grande e quase insondável mistério.

O escritor francês não nos para de surpreender e tudo indica que assim continue por muitos mais anos!

Parabéns mestre!

sábado, 6 de fevereiro de 2016

'20.000 Léguas Submarinas' será produzido pela FOX

A nova adaptação ao cinema de 20.000 Léguas Submarinas (20,000 Leagues Under the Sea, que será dirigida por Bryan Singer (franquia X-Men), não está mais a cargo da Disney.

Segundo o Deadline, o projeto passou para as mãos da Fox, que já oficializou acordo com Singer para garantí-lo no comando do filme. Com isso, 20.000 Léguas Submarinas pode ser a segunda grande franquia cinematográfica de Bryan Singer na Fox depois de X-Men.

Por anos a Disney tentou tirar do papel a nova versão cinematográfica da clássica obra de Julio Verne, originalmente publicada em 1869. Bryan Singer anunciou seu envolvimento no projeto em setembro do ano passado, afirmando que 20.000 Léguas “é uma história que eu queria recontar desde a minha juventude”. Confirmou também que vai "ter apenas os personagens originais de Capitão Nemo, Ned Land e Professor Aronnax, mas alguns personagens originais e reviravoltas de ficção científica que culminam em uma aventura atemporal para todas as idades". Antes de Singer, David Fincher chegou a ser associado ao projeto.

O conto acompanha o Capitão Nemo e a tripulação do seu navio submarino, o Nautilus, que embarcam em aventuras incríveis e encontram vida marinha abaixo da superfície. Rick Sordelet e Dan Studney escreveram o roteiro da nova versão ao cinema. 20.000 Léguas Submarinas já havia virado filme em 1954, sob direção de Richard Fleischer e com Kirk Douglas e James Mason no elenco. O filme acabou ganhando dois Oscars, incluindo um de efeitos visuais.

A produção vai começar entre setembro e novembro e Singer já começou a escalar o elenco.

domingo, 15 de novembro de 2015

Livro 'As Aventuras do Jovem J. Verne - A Ilha Perdida'

O primeiro livro de uma série de extraordinárias aventuras protagonizadas por Jules Verne, enquanto jovem, e narradas pelo fascinante Capitão Nemo, um dos heróis dos seus romances, quando se tornou escritor.


Quando se anuncia na cidade a apresentação de um balão aerostático, Os Aventureiros do Século XXI – ou seja, Jules e os seus amigos, Caroline, Marie e Huan – não resistem à tentação de o irem examinar em segredo, sem saberem que, ao mesmo tempo, forças sinistras que se opõem ao progresso conspiram para que a apresentação do maravilhoso aparelho acabe mal…

Começa assim uma trepidante aventura que os levará a uma terra hostil, onde terão de recorrer a toda a sua inteligência, astúcia, habilidade, imaginação e, sobretudo, à amizade que os une para sobreviverem.

«Por um futuro mais criativo, justo e divertido para todos»

é o lema que move estes jovens aventureiros a defenderem os inventos geniais e o progresso e a enfrentarem o conservadorismo retrógrado do pérfido director da escola!


Uma colecção que pretende incentivar o gosto pelos clássicos.

Esta série aproxima a figura do escritor Júlio Verne e a sua obra aos leitores mais jovens através da proposta de, em cada livro, o jovem Jules Verne viver uma aventura que mais tarde inspirará as suas grandes novelas, como Viagem ao Centro da Terra, Cinco Semanas em Balão, A Ilha Misteriosa, ou O Farol do Cabo do Mundo.

Junta-te aos Aventureiros do Século XXI, lendo aventuras do século XIX!

Editado em Portugal pela Editora Planeta.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...